Mês: outubro 2018

Gautier, um mestre do conto fantástico

  Figura destacada na vida literária do século XIX, Théophile Gautier (1811-1872) abrangeu não só a crítica de arte e a poesia, como também o conto fantástico e o relato histórico. Graças à sua teoria da «arte pela arte», ficou…

A Superstição Socialista

Uma obra que refuta as principais falácias dos socialistas teóricos e demonstra a vacuidade dos argumentos supostamente científicos do socialismo, à luz da ciência positiva, da psicologia, da história, da economia e do direito. Texto de Bira Câmara   Escrita em 1895,…

Os Argonautas, saga mitológica com sabor decadentista

Publicado em 1905, esta obra do escritor catarinense Virgílio Várzea é uma verdadeira raridade literária, burilada com delicada ourivessaria literária. Texto de Bira Câmara   Apesar de filiado à corrente naturalista, em Os argonautas Virgílio Várzea reconta com sabor decadentista a saga de Jasão em busca…

Virgílio Várzea, ou Naturalismo com sabor decadentista

Escritor catarinense pouco lido e conhecido nos dias de hoje, Virgílio Várzea é classificado pela crítica literária como autor filiado à escola naturalista, admirador confesso de Zola, dos irmãos Goncourt e de Eça de Queirós, entre outros escritores em voga no final do século XIX.…