Bola fora…

Previsões absurdas e furadas não são privilégio de astrólogos e videntes: especialistas também dizem muitas asneiras quando se metem a profetas…

 

“A análise fisionômica de Hitler revela sua imensa amabilidade. Sim, ele é amável. Observem-no entre as crianças…”
Alphonsus de Chateaubriand, escritor francês, em 1939

 

“Muito pouca imaginação é demonstrada na invenção e na criação dos personagens. O lugar de Balzac na literatura francesa não será nem alto nem considerável.”
Eugene Poitou, crítico francês, em 1856

 

“O senhor Castro tem sido acusado de simpatias comunistas, mas na verdade ele está à direita do senhor Fulgêncio Batista.”
The Economist, revista inglesa, em 1958

 

 

“A televisão não ficará seis meses no mercado. Quem aguenta ficar em frente a uma caixa de madeira todas as noites?”
Darryl Zanuck, presidente da 20th Century Fox, em 1946

 

“Penso impossível governo soviético durar muito.”
Telegrama do embaixador americano David Francis, em Moscou, dezembro de 1917

 

“Acredito que nos daremos muito bem com Stálin e com o povo russo. Muito bem mesmo.”
Franklin Delano Roosevelt, em 1943

 

 

“Em 100 anos, os manuais de literatura francesa apontarão As Flores do Mal, de Baudelaire, apenas como uma curiosidade.”
Emile Zola, escritor francês, em 1867

 

“As idéias socialistas que Karl Marx tentou propagar não conseguiram deixar uma impressão duradoura.”
Jornal Daily Alta Califórnia, obituário de Marx, em 1883

 

“Minha invenção pode ser explorada como uma curiosidade científica, mas não tem valor comercial.”
Auguste Lumière, inventor do cinema

 

 

“A influência de Hitler está se desvanecendo tão depressa que o governo não teme mais o crescimento do movimento nazista.”
William C. Bullit, diplamata americano, em carta ao presidente Roosevelt, em 1932

 

“Compre Maurins! Lautrec é só o pintor de um período. Há só dois pintores que contam, Ingres e Maurins.”
Degas, pintor francês, aconselhando um colecionador

 

“Asseguro a vocês que Wellington é mau general e os ingleses são maus soldados. Tudo estará liquidado na hora do almoço.”
Napoleão Bonaparte, na manhã da batalha de Waterloo

 

“As chances de a Alemanha realizar um rápido trabalho de aniquilamento na Polônia não são boas.”
Major George Fielding Eliot, especialista militar americano, em 1939

 

“O telefone é uma invenção curiosa, mas quem desejará utilizá-la?”
Rutherford Hayes, presidente americano, em 1876

 

 

“A moderna teoria alemã de vitória por uma blitzkrieg ainda não foi testada e, na opinião de muitos especialistas, é inviável. O exército francês ainda é a máquina de guerra mais forte da Europa.”
Revista Times, em 1939

 

“Quando a exposição de Paris fechar, a luz elétrica fechará com ela, e nunca mais se ouvirá falar no assunto.”
Erasmus Wilson, professor inglês da Universidade de Oxford, quando foi demonstrada a luz elétrica em Paris

 

“Não haverá mais essa coisa conhecida como noite.”
J. B. S. Haldane, professor britânico, diante da novidade da luz elétrica

 

“O arquiduque Francisco Ferdinando era considerado um fator de perturbação, dentro e fora de sua pátria, e de tal forma devotado a uma política agressiva que a notícia de sua morte parece quase calculada para criar um clima de alívio universal.”
F. Cunliffe-Owen, especialista em assuntos internacionais do jornal New York Sun, no dia seguinte ao atentado que matou o arquiduque Francisco Ferdinando e foi o estopim da I Guerra Mundial

 

“Dentro de dez anos, os aspiradores de pó serão movimentados a energia nuclear.”
Alex Lewit, empresário americano, em 1955

 

“Tudo o que tinha de ser inventado já foi inventado.”
Charles Duell, diretor do departamento de Patentes do governo americano, em 1899